27 de abril de 2017

Guincho-Cascais

Ás vezes saio de casa sem máquina fotográfica e arrependo-me. Porque em qualquer lugar, e a qualquer momento pode surgir algo que gostaria de ter fotografado. Ás vezes saio com ela, carrego-a horas sem fim, e nada me desperta, nada me parece verdadeiramente especial ou interessante. Acabo por fotografar só porque sim. só para justificar o apêndice. 
Neste dia juntou-se a oportunidade, a vontade de fotografar, e a máquina fotográfica, (só faltou o tripé). 

Gosto delas todas, mas adivinhem qual é a minha foto favorita?




 







A dos candeeiros, não sei explicar porquê, mas não me canso de olhar para ela. 

Sem comentários: