24 de abril de 2014

A culpa não é sempre da Mãe!



Não conheço a Sónia. Ou melhor, conheço mal, mas admiro de longe. Ontem lá tive coragem de pedir um autografo.  Disfarcei a vergonha entre a minha amiga Marta e a Ana, ambas muito mais descontraídas, ou não fossem elas estar do outro lado da mesa brevemente...
 A Sónia é linda, uma mãe real que desta vez, levou a cabo a tarefa de desmistificar tanta da culpa que sentimos como mães e como mulheres. Vou ler o livro, e guardar para reler sempre que a sombra da culpa aparecer, porque essa malvada aparece devagarinho e vai-se instalando se me distrair.




Sem comentários: