17 de junho de 2014

Vitória

Hoje a Vitória faz 7 anos.
Depois de falar com a Marta, fiquei a pensar no momento em que a conheci, com apenas alguns dias.
Estava na festa de aniversário da M.
A Marta chegou com ela ao colo como se fosse a coisa mais preciosa deste mundo (mamã completamente babada).
Tinham passado poucos dias após o nascimento e penso que aquele foi o primeiro dia fora de casa. Estava com cara de quem precisava de ver adultos e falar de coisas que não bebés!
Eu conhecia pouca gente na festa e estava numa fase em que suspirava também por um, estava a fazer tratamentos de fertilidade e não havia maneira de a coisa pegar...
Resultado: sempre que a Vitória emitia um ruído, lá ia eu para o quarto ver se estava tudo bem, embalá-la e testar se tinha alguma aptidão para a coisa... Convenci-me que sim e isso deixou-me muito feliz. Ela aconchegava-se no meu colo como se o conhecesse. Fiquei completamente rendida.
Passei a maior parte do tempo no quarto junto dela, a observá-la, (em modo de adoração), tão pequenina, tão doce... Já com aquele olhar assombroso, que parece querer engolir o mundo.
Nesse dia não suspeitava que a ligação que se iniciava seria para sempre.  Parabéns Vitória!


2 comentários:

Dolce Far Niente disse...

Ohhh...agora fiquei com vontade de chorar.

Escrever Fotografar Sonhar disse...

Nem te consigo descrever o rebuliço de sentimentos que o convite para madrinha originou naquela altura.
Obrigada pelo privilégio.