7 de julho de 2014

Tempo

O nosso tempo é finito e inegociável.

Não vale a pena perdê-lo em coisas que não nos interessam.
Não vale a pena desperdiça-lo com rancores e vingança.
Não vale a pena defraudá-lo com quem não nos respeita.
Não vale a pena guardá-lo para quem nos entristece.

O nosso tempo é demasiado precioso.

É para oferecer aqueles que amamos.
É para partilhar com as pessoas que gostam de nós.
É para dividir com quem nos faz felizes.
É para enriquecer com quem nos ensina o mundo.




Sem comentários: