31 de agosto de 2014

Do lado de fora

Agir por impulso. Fazer tudo ao contrário.
Ir sem planos. Andar sem destino, reagir em vez de agir.
Sentir diferente. Não pensar.
Falar tanto como ouvir.
Receber uma lição de humildade.
Quebrar certezas. Ficar ainda mais confusa.
Assim foram os últimos dias.


Sem comentários: