10 de agosto de 2014

Férias (parte dois)

Quase desligada do mundo virtual durante três semanas, farei na medida do possível nos próximos dias, o resumo do resto destas férias. Fotografei menos do que tinha planeado, (mesmo em férias, o tempo não dá para tudo), mas mesmo assim consegui tirar algumas fotos do meu filho que guardam momentos irrepetíveis. É cada vez mais difícil, pois agora foge da máquina!

Depois de Trás-os-Montes, fizemos uma paragem obrigatória em casa para arrumações  várias e um frenético desfazer e refazer de malas, antes de rumar ao Algarve.
Na primeira semana a Sul, fez-nos companhia a D. convite que me lembrei de fazer de repente, e que ela aceitou com muito agrado nosso.
A D. é a namorada (mulher) do meu irmão L. Ele está longe a velejar e ela tinha uns dias livres. É uma miúda bem disposta que combina na perfeição com o sol, a praia e o meu filhote que a adora! Foi uma semana que passou depressa demais. Entre mergulhos, conversa boa e muita brincadeira. 
Se antes, conhecendo-a mal, já gostava dela, agora, após estes poucos dias de convivência ficou com lugar cativo no meu coração.




O destino foi a praia da Falésia. Praia encontrada um pouco por acaso num fim de semana de Páscoa há uns anos atrás, e onde regressamos pela quarta vez em férias, sempre que possível combinadas com um casal de amigos (e vizinhos) de longa data que muito estimo, também eles com filhos pequenos, que são quase como irmãos do meu.
Esta praia que adoramos, fica perto de Albufeira a seguir a Olhos-de-Agua, protegida por uma falésia lindíssima em múltiplos tons de ferrugem. A coroar a paisagem um pinhal verde que contrasta na perfeição com o azul do céu e do mar.




É também uma praia bastante sossegada por se encontrar afastada do centro de Albufeira, ideal para famílias com crianças. O mar é calmo e a agua limpa com aquele azul que nos enche as medidas.




Nos fins de tarde quando os banheiros fecham a porta, a brisa sopra quente na nossa pele, e o sol baixinho imprime na paisagem uma luz que ainda me emudece de deslumbramento.




Sem comentários: