20 de outubro de 2014

A procura do Outono

No domingo tentei fotografar o Outono.
Desde que começou a chover que andava com a ideia de fotografar uma floresta.
No meu querido parque natural de Montesinho saberia exactamente onde ir, mas por aqui, não me lembrei de nenhuma. Pensei em Sintra, mas já era tarde para ir à serra e por isso dei só uma voltinha no centro. Acabou por ser uma má escolha, porque fiquei do lado errado da vila para o objectivo, o lado da sombra.
Deixei o meu filho com o pai num parque infantil e lá fui eu, tentar captar o Outono em modo lufa lufa, qual turista oriental de máquina em riste.
O resultado não foi muito satisfatório, não encontrei os motivos que procurava, mas compensei largamente com as deliciosas queijadas e travesseiros de Sintra na Casa do Preto, pausa obrigatória na volta para casa.













2 comentários:

Joana disse...

Muitas vezes nem sequer é o resultado que interessa. O simples acto de procurar coisas bonitas para fotografar já é uma terapia excelente :)

Escrever Fotografar Sonhar disse...

É bem verdade, podemos nem sempre encontrar o que procuramos, mas encontramos sempre algo que de uma forma ou outra nos cativa. Nesse dia foram azulejos!