12 de novembro de 2014

Comentar o comentário

Tenho muitas vezes vontade de comentar em blogues que gosto. Ás vezes não o faço por preguiça, outras faço, e a seguir fico com receio de ser mal interpretada. Porque é certo e sabido que só quem escreve sabe o que sente naquelas palavras, e depois quem lê, pode sentir algo parecido ou completamente diferente. A leitura de cada um é sempre à sua imagem. E isto é o que a palavra escrita tem de fantástico e terrível. Pode ser tudo para uns e nada para outros. 

Mas voltando ao assunto, (porque são muitas a vezes em que a preguiça perde), deixei um comentário no blogue da Marta, num post onde ela fala do que a fez começar a escrever um blogue, e do que a motiva a continuar. 
Partilhar. Reciprocidade.

Escrever pode ser de facto um exercício solitário, que costuma começar em nós e por nós, mas quem o faz, acaba por assumir mais cedo ou mais tarde que  prefere ser lido. Que gosta de retorno. Que motiva saber que alguém lê. Também eu sou assim, (obrigado aos que continuam a vir cá). 
Isto para deixar aqui (para que nunca fique esquecido), o conselho que ela me deu, quando lhe disse que andava a pensar criar um blogue :

"Vai em frente amiga, faz enquanto for por gosto e sem esperar nada em troca."

É um conselho sábio, que se aplica não só à criação e manutenção de um blogue mas a tantas coisas nesta vida. 







5 comentários:

Cláudia M disse...

Concordo com este post, devemos fazer algo enquanto nos dá prazer ou é feito com gosto, se não, não vale a pena. E eu apesar de seguir o blogue já há algum tempo, é a primeira vez que comento ;)

Beijinho

Cláudia


Escrever Fotografar Sonhar disse...

Obrigado Cláudia.
É muito bom ter retorno daquilo que vou escrevinhando.

Dolce Far Niente disse...

Agora é a minha vez de comentar :)
Continua desse lado, que a malta lê!!

Escrever Fotografar Sonhar disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Escrever Fotografar Sonhar disse...

Obrigada pelo incentivo amiga! Vindo de quem gosto tanto de ler, significa o mundo.
Bejinhos.