16 de fevereiro de 2015

Eles são simples, nós é que complicamos

Por vezes, complicamos a nossa vida.
Nesta vontade de estimular as nossas crianças, oferecendo-lhe experiências novas, arrasta-mo-las para sítios que achamos que vão gostar. Respiramos fundo, fazemos aquele esforço para não ser egoístas, (que o que nos apetece mesmo, é ficar no quentinho a ler um bom livro ou a ver um bom filme), e lá vamos nós fazer aquele programa de família a pensar neles.
Nem sempre o resultado é o esperado. 
Quando começa a primeira birra, garantimos-lhe que vai ser giro, e seguimos em frente (afinal estamos ali por eles!). 
Não paramos para pensar, para os ouvir verdadeiramente. Estamos ocupados a mostrar-lhe como é divertido.

Hoje, no meio de tanta "diversão", foi um passeio de eléctrico e um apito que o fez verdadeiramente feliz. Qual amiguinha do Panda, qual comando gigante, qual festa de Carnaval!
É esta a espantosa simplicidade das crianças.

Senti-me... não consigo explicar...
Conhecem a sensação?




Sem comentários: