13 de junho de 2015

Histórias incriveis

Tenho uma amiga que seja por que motivo for, começa sempre por comunicar comigo por SMS.
E quando me envia um SMS a dizer: 
"há novidades, não sei se boas se más, que com a idade deixamos de as classificar...", o meu coração pula de alegria.
Conheço-a há tantos anos, que consigo adivinhar, só por esta mensagem que ela está feliz. E isso deixa-me feliz também. Acompanho-lhe, umas vezes de perto e outras de longe, aventuras e desventuras, porque o mundo dela é assim, cómico, dramático, absurdo, e inacreditavelmente verdadeiro.
Há coisas que parece que só lhe acontecem a ela, pois vê-se envolvida em situações que não lembram ao diabo. Diria que algumas se dão por acaso, e outras, devido à sua incrível personalidade... 
Eu, no meu papel de testemunha privilegiada, adorava ter a capacidade de relatar todas as peripécias onde se envolve, sem lhes tirar a cor. Juro que um só livro não chegaria para tanto que vale a pena contar.
Mas nem sou eu uma biografa, nem ela quer ver a sua vida num escaparate, o que é compreensível. 
Talvez, quando formos velhotas, me deixe escrever as suas memórias, porque histórias assim tão autenticas, só inventadas. 
E eu sinto-me privilegiada pela confiança. Por ter a sorte de as ouvir, e por vezes testemunhar em primeira (e ás vezes única) mão.
Amiga, estou em pulgas para acompanhar a próxima história!





3 comentários:

Cláudia M disse...

Que bonita essa amizade ;)

Há histórias de vida realmente mirabolantes...

Linda foto N :)

Beijinho

Escrever Fotografar Sonhar disse...

Obrigado.
Espero que essa tua aventura também seja a que sempre quiseste para ti. E se não for, pelo menos que sejas muito feliz.
bjs

Cláudia M disse...

Obrigada, de coração...

Desejo-te o mesmo N, que sejas muito feliz e que realizes muitos dos sonhos que guardas em ti.

Beijinhos*