17 de agosto de 2015

Ultimo dia de férias na Falésia

A Praia da falésia é, para mim, uma das mais bonitas do Algarve. As cores não deixam ninguém indiferente. 
O contraste dos tons quentes da falésia com o azul do céu e do mar, só limitados pelo branco areia da praia, e do verde do pinhal, inebriam-nos os sentidos, tal a saturação de cor. 
No ultimo dia aproveitámos até ao ultimo raio de sol. 
Deixámos as crianças a brincar com os pais e eu e a minha amiga M. fomos à procura dos famosos olhos de água. 
A caminhada foi longa. Atravessámos para lá do Barranco das Belharucas, e depois de já quase achar, que era muito tarde para continuar, encontrámos. O sítio é interessante. Na maré baixa, faz umas poças muito bonitas, cheias de peixinhos, entre as rochas. Perfeitas para crianças. E é junto ás rochas na beira da praia que a água nasce do chão.
É uma experiência estranha, ver a água brotar da areia. Mas mais estranho ainda, é meter os braços nos ditos olhos e sentir a força da água a empurrar areia para cima. Confesso que da primeira vez, meti a mão devagarinho, com receio do desconhecido, e senti um arrepio. Parecem areias movediças, mas ao contrário... 
Valeu a pena fazer a caminhada só por isso. 
No regresso a praia estava vazia. O sol já se tinha posto e o vento tinha aumentado, afugentando os mais resistentes. Eu, a tremer de frio, acelerei o passo para aquecer os pés, que estavam gelados pela areia molhada. Não se via ninguém. Em tom de brincadeira, colocámos a hipótese de termos sido abandonadas. Quando chegámos ao local onde deveriam estar todos, vimos os nossos chinelos sozinhos, espetados de forma dramática, num monte de areia. 
Ouvimos os risinhos do resto do grupo escondido na falésia, e percebemos que era uma partida. 
Calçámos o chinelos, e só por um segundo fingimos que não tínhamos percebido nada, porque rapidamente as crianças apareceram a rir e a gritar "enganámos-vos!"


Olhos de água

Olhos de água



Sem comentários: