4 de outubro de 2015

Votar

Hoje fui votar.
Saí de casa, apesar de não me apetecer mesmo nada, e fui exercer o meu dever cívico. Fui, porque ainda tenho a convicção que devemos usufruir deste privilégio que os nossos pais conquistaram para nós. Fui porque apesar de tudo, não me quero juntar aos que encolhem os ombros e dizem que não vale a pena o esforço. Fui para mostrar que me importo. Nunca, em muitos anos a repetir este ritual, me senti tão indecisa. Olhei para o boletim e quase o usei para deixar um recado. Não o fiz. o bom senso falou mais alto. Estaria simplesmente a escrever para a meia dúzia de pessoas, que como eu estavam ali para que a democracia falasse mais alto. Preferi que o meu voto contasse. Preferi votar por exclusão de partes, mas votar. Estou neste momento a ouvir os resultados, não estou surpreendida. E é isto, que sobre este tema, outros mais dotados falarão até já não os poder ouvir.  



   

Sem comentários: