17 de abril de 2016

Mergulho profundo

Ou no original "A Bigger Splash". 
Mais um filme a que assisti, mas que me passaria despercebido, não fosse ele filmado em Itália (a minha nova obsessão).
O enredo é simples, apesar da força emocional que desenvolve num crescendo contido ao longo de quase todo o filme. 
Férias de uma estrela de Rock (Tilda Swinton) em recuperação depois de uma operação ás cordas vocais, com o namorado (Matthias Schoenaerts). Férias essas, supostamente calmas, numa pacata villa na encosta de uma lha vulcânica (Pantelleria), perto da Sicília, interrompidas pela chegada de visitas inesperadas, criando toda uma tempestade de emoções, pois trata-se do excêntrico ex-namorado (Ralph Fiennes) e a sua filha (Dakota Johnson). 
Podemos assistir a uma Tilda Swinton elegante, de uma beleza intemporal, que devido à limitação vocal da personagem, acaba por ser forçada a uma expressividade fora de série. Também Ralph Fiennes no papel que vestiu, se mostra como (eu) nunca o tinha visto, excessivo, vibrante, emotivo, real, com uma energia absolutamente contagiante.
Mas se esperam, encontrar neste filme o glamour, e o embrulho bonitinho de Hollywood, esqueçam. Trata-se de um filme europeu, cru, realista e despretensioso. Onde o desempenho é mais importante que o cenário, onde as emoções são o corpo e a alma do filme.
Quanto à minha apreciação global, e porque não quero dizer demasiado sobre o enredo, posso afirmar que gostei, até à reviravolta final. No meu entender foi tudo longe demais, apesar de fazer sentido, tendo em conta o turbilhão vertiginoso de emoções. Mas que isso não seja motivo para não arriscarem. Porque eu, no fundo sou uma romântica, e essa característica por vezes interfere com o meu raciocínio.  

Imagem retirada da net

Nota: Descobri entretanto, que se trata de um remake, mas para o caso não interessa, pois não o vi.




9 comentários:

Cláudia M disse...

Que excelente elenco, fiquei muito curiosa. Tenho de ver esse filme.

Partilho contigo, a paixão por Itália. É um país que não hei-de morrer sem visitar ;)


Beijinho Natália, um bom Domingo para ti.

Cláudia M disse...

Ah e que bom, as flores terem chegado também ao teu cantinho ;) Gostei da mudança :)

Escrever Fotografar Sonhar disse...

Itália... Só a ideia me faz sorrir... De tal forma que ando a pensar em aprender um pouco de italiano. Não há (a meu ver) língua mais musical.
Oxalá consigamos concretizar esse sonho em breve. bjs

Escrever Fotografar Sonhar disse...

Hoje foi o primeiro dia de Primavera, que me soube mesmo a Primavera :)

Raquel Caldevilla disse...

Fiquei tão curiosa! obrigada pela partilha :)

Escrever Fotografar Sonhar disse...

Se fores ver, depois diz o que achaste. :)
bjs

Raquel Caldevilla disse...

Combinado! :)
(eu vejo o teu blog muitas vezes, mas sou daquelas caladinhas que não comento. a ver se em 2016 mudo isso!)

Cris Loureiro disse...

Também adoro Itália... Itália e Grécia, dois destinos que quero saborear com tempo.
Fiquei curiosa com o filme... não me lembro de o ter visto ainda :/

Escrever Fotografar Sonhar disse...

Como já escrevi, não é o típico filme "todo bonitinho", mas tem uma intensidade a que não se fica indiferente. É daqueles que se gosta ou detesta.