29 de junho de 2016

Chegou o Sol (à séria) e eu quero...


... passear no parque com o meu filho, depois da escola.
Há lá coisa melhor num dia de sol, que sair do trabalho a horas decentes, ir buscar a cria à escola, e em vez de voltar logo para casa, passar uma hora com ele no parque
Sol na cara, cabelo ao vento, natureza, descomprimir, e a felicidade do miúdo. 
Quero muito conseguir organizar-me para fazer isto, nem que seja uma ou duas vezes por semana. 
Quebrar a rotina de uma semana de trabalho, mudar o ritmo do dia uma vez por outra, é em teoria, das coisas mais simples e óbvias para descomprimir, e na prática tão difícil de conseguir. Porque será?

Analiso cuidadosamente os meus dias e parecem-me sempre curtos demais. Admito nesta análise sincera, que o tempo já de si curto é por vezes mal aproveitado. Na verdade, é tudo uma questão de organização. 
Para este exemplo em particular, se eu planear melhor as refeições de forma a cozinhar nesses dias coisas mais simples, e antecipar tarefas nos outros dias, esticando-os um bocadinho mais, ganho esse tempo extra. É possível, basta querer. 
Pode parecer coisa de nada, mas uma hora no parque duas vezes por semana, para além de fazer o miúdo imensamente feliz, pode trazer a serenidade e a calma necessária para enfrentar as "chatices" do resto da semana. 
Já chega de desculpas.



2 comentários:

Cláudia M disse...

Acho uma excelente ideia ;) Com os dias a ficarem maiores e com luz até cerca das nove da noite (como é costume por aí), é uma maravilha para passear ao final do dia. E faz-nos tão bem estes pequenos escapes. :)

Por aqui, não há maneira de o sol chegar de vez. Muito tem chovido nesta Suíça, bolas.

Beijinhos

Escrever Fotografar Sonhar disse...

de chuva só gosto quando a vejo pela janela, enrroscadinha numa manta, com uma boa leitura e uma caneca de chá (e que não dure muitos dias, vá...). Mas acredito que estejas desejosa de sentir o (nosso) sol. bjs