13 de julho de 2016

Travessia do deserto

Tenho escrito pouco, fotografado pouco, e os sonhos andam escondidos pelos cantos escuros com receio que a luz os faça parecer ridículos. Tenho andado afastada das esferas virtuais numa espécie de: “se não tens nada de interessante para dizer, então não digas nada.”
Posso dizer que é falta de tempo. Falta de inspiração, falta de oportunidade. Também. Mas tem sido acima de tudo falta de vontade. Falta de energia, falta daquele optimismo que tudo faz parecer possível. Tenho andado assim, numa onda de “não vale a pena”, desiludida com uma série de coisas, mas acima de tudo comigo. 
À minha volta as coisas acontecem, ou fazem-se acontecer e eu assimilo-as sem verdadeiramente as reconhecer. Nem este sol que finalmente chegou com o Verão que tardava, me trouxe o boost de energia que precisava para animar. E sim, o sol em mim funciona como uma espécie de alimento da alma, que em momentos menos bons me faz acreditar há um arco-íris no fim de cada tempestade (acho que o sol tem esse efeito na maioria das pessoas). O estranho aqui, é não ter sido ainda suficiente para me recarregar as baterias. Tenho o sol, os dias compridos, e mesmo assim, parece que este Inverno que se instalou em mim, teima em mudar de hemisfério.


6 comentários:

Maria Rita disse...

Ânimo querida.
beijinhos

Cláudia M disse...

Força Natália.

Um beijinho muito grande para ti.

chaplin's little world disse...

Só agora li o teu blogue e já me identifico com algumas das coisas que escreves. :)

Sinto exactamente o mesmo. O Sol faz bem à alma e ajuda-me a superar os dias menos bons. Aqui, nos Açores, teima em aparecer e, claro, não ajuda em nada.

Beijinhos e continua a escrever assim.

Escrever Fotografar Sonhar disse...

Obrigada pelo carinho ás 3. E sê bem vinda CLW. bjs

Catarina Gralha disse...

Por vezes temos fases menos boas, mas temos de acreditar que conseguimos dar a volta! De certeza que já aconteceu antes, certo? Alto e baixos são constantes na vida, mas a verdade é que depois de um baixo, um alto aparece :) Muitas vezes quando menos esperamos. Força, sei que as coisas vão melhorar (só podem melhorar!).

Escrever Fotografar Sonhar disse...

Catarina, és uma querida! Mas tens razão. Venham de lá esses altos! bjs