27 de julho de 2016

Uma desgraça nunca vem só.

Já contei o desaire da minha ondulação.
Na altura tinha dúvidas acerca de pintar ou não, pois era arriscado, tal o estado em que o cabelo já se encontrava. 
Decidi voltar ao salão, depois da minha cabeleireira ter regressado de férias, para que ela visse o estado de calamidade, e me aconselhasse sobre o que fazer. 
Ela confirmou que “algo” tinha corrido muito mal, mas que pintar, uma vez que era com INOA, não iria fazer grande diferença.
Claro que a decisão seria sempre minha. 
E eu decidi pintar, porque o cabelo estava quase laranja. Para além de retocar as raízes, precisava de o escurecer.  
Tudo parecia ir bem, até ao momento em que me sentei de toalha na cabeça, depois do cabelo pintado e lavado.
Começo a sentir uma comichão tal, que só me apetecia  arrancar o escalpe. À volta do rosto tudo estava vermelho. A lei de Murphy em todo o seu esplendor. Fiz reacção alérgica à tinta. Coisa que nunca me tinha acontecido.
INOA foi a única tinta permanente que alguma vez usei desde que pinto o cabelo, faz uns 5 anos. Questionei se a fórmula tinha sido alterada.
“Não temos conhecimento que tenha mudado, mas eu da ultima vez que usei, senti algo parecido, pensava que era só comigo. Devem ter mudado algo sem avisar.”
E agora? 
“O melhor é mudar para as tintas tradicionais, com amoníaco. É o que eu vou fazer." 
...


Resumindo, Nem tudo é calamitoso. 
A comichão acalmou ao fim de 15 minutos. 
A tinta melhorou o aspecto do cabelo, (castanho é melhor que alaranjado). O couro cabeludo continua sensível.
Ando à procura da melhor maneira de domar os caracóis que continuam extremamente secos.
Já experimentei uma máscara à base de produtos naturais que não ajudou em nada, antes pelo contrário, aclarou a cor.  
Esta semana tenho usado um champô PANTENE da linha Expert Collection hydra-intensify, e a verdade é que o cabelo ficou um bocadinho mais macio, pelo que vou comprar o condicionador e a mascara da mesma linha, a ver se a coisa melhora mais um pouco.
Quanto à definição dos caracóis, ainda não encontrei o produto certo.
Ou ficam definidos mas demasiado rígidos, ou então ficam com movimento mas sem definição.

Para quem nunca gostou de tratar do cabelo, arranjei aqui um belo imbróglio. Tudo porque não me apetecia esticar o cabelo todos os dias...



3 comentários:

Cláudia M disse...

Ora bolas :( Não está fácil não... Pode ser que a máscara e o condicionador ajudem.

Está tudo bem contigo e com o teu pequenote ? :)

Beijinhos

Marta Chan disse...

Uhhh espero que já tenhas encontrado uma solução!
Eu agora vou experimentar com henna, é natural e demora a sair do cabelo, otimo para pessoas preguiçosas como eu :D
Beijinhos querida Natália*

Escrever Fotografar Sonhar disse...
Este comentário foi removido pelo autor.