27 de agosto de 2016

Quando o sol nasce...

... é para todos, mas é preciso levantar (muito) cedo para o registar.
Vale sempre a pena. Na minha opinião, não há luz mais bonita que a primeira da manhã.
Estas fotos são (quase) no mesmo local em dois dias distintos, pode ver-se a diferença. 
Basta mudar a atmosfera para que a luz seja filtrada de modo diferente. 
Quem me dera não ser tão dorminhoca, e aproveitar mais as primeiras horas da manhã para fotografar.
Mas não é só a preguiça que me inibe, também não me agrada nada, andar por aí sozinha de máquina fotográfica ás costas. 
Até à próxima oportunidade, ficam estas imagens, espero que gostem.















5 comentários:

Iolanda Tavares disse...

Adorei as fotografias! Sou sincera, prefiro ver o pôr do sol do que o nascer do sol precisamente pela razão de ter que me levantar muito cedo, mas admito que este pequeno esforço é sempre compensado por uma maravilhosa vista.
Beijinhos!
https://foxwhisper.blogspot.pt/

Escrever Fotografar Sonhar disse...

Gosto muito de ambos, mas para além da luz maravilhosa e do silencio o nascer tem aquele sabor de esforço recompensado. bjs

Cristina Loureiro disse...

Em Portugal temos a beleza de ver o sol ser engolido pelo mar ao fim do dia. Aqui consigo ter a possibilidade de ver o sol ganhar vida da água mas lá está... para isso tenho de me levantar cedo e deslocar-me cerca de 30 minutos (pelo menos) de carro... a cama sabe tão bem... mas um dia concretizarei este meu desejo ;)

Fotos lindas!

Beijinhos

Escrever Fotografar Sonhar disse...

Obrigada! Ver nascer tem outro sabor. Onde nasce o "teu" sol?

Cláudia M disse...

Estão tão, mas tão lindas, Natália! Valeu a pena levantares-te cedo ;)

Um beijinho