7 de março de 2017

Por Lisboa

Sempre que agarro na máquina e o destino é Lisboa, nunca venho desiludida para casa. Há sempre algo novo. Uma rua nunca percorrida, uma situação nova nos sítios de sempre, a luz que nunca se repete. Mas são as pessoas que mais transformam o cenário, são elas que lhe dão vida. E se antigamente fugia das pessoas, por achar que estragavam a fotografia, agora, quase que as persigo com a lente da máquina fotográfica, pois sem elas o cenário raramente me parece completo.
Mais uma vez, um passeio que valeu cada passo nas subidas e descidas, pelas escadarias e ruas estreitas que Lisboa nos apresenta, na excelente companhia da Ju.













Adicionar legenda



3 comentários:

Claudia Mascote disse...

A última está brutal ☺ E adoro também os céus nublados para fotografar, as fotos ficam lindas 😉☺ Beijinho

Maria Rita disse...

Que privilégio.
beijinhos

Escrever Fotografar Sonhar disse...

As minhas preferidas são a primeira e a ultima, talvez por terem sido fruto do acaso.

É de facto um privilégio estar tão perto de uma cidade linda como é Lisboa e poder calcorreá-la vezes sem conta. Fazê-lo na companhia da Ju torna a experiência mais gratificante.
bjs