1 de janeiro de 2020

A felicidade é agora



Fotografia: Juvenália De Oliveira


De madrugada, depois dos brindes, do fogo de artificio, dos abraços, e dos mil e um desejos para o futuro, deitamos-nos cansados. Pensamos no que foi, e no que vai ser. Sempre com a sensação que fizemos pouco. que cumprimos pouco. Que decepcionámos, a nós e aos outros. Por mais que tenhamos listas de objectivos, metas, desejos, eles vão-se perdendo ao longo do ano, num dia atrás do outro, porque não paramos. Não percebemos que é hoje, e não amanhã que os objectivos se cumprem. é agora e não amanhã que podemos ser felizes. 
O presente é o único presente que temos. Não há mais nada para além disso. O que passou, passou. Fizemos o nosso melhor e não vale a pena remoer nos erros, nas falhas, nossas e de outros, é tempo perdido, energia negativa que nos consome e nos tolda, impedindo-nos de ver todas as coisas boas que temos, que fizemos.
 Agradecer. Aprender e passar à frente. É agora, que podemos ser, estar, fazer.
Sejam felizes, um momento de cada vez, um dia de cada vez. 
Cliché? se não é, devia ser.


Sem comentários:

Enviar um comentário

A tua opinião é bem vinda.